Sta. Spalla

bolsas upcycling de madeira e couro

17/02/2017 • Guia de Marcas

Share Button

Sta. Spalla, marca gaúcha de moda consciente de Canoas, região metropolitana de Porto Alegre, cria bolsas e colares com couro disponível e madeira de origem legal.

A marca da jornalista Pâmela Oliveira e do designer Antonio Garcia, aposta em combinações inusitadas e desenvolve bolsas e colares atemporais com o propósito de revisitar aquilo que era considerado refugo e incentivar a mudança por uma moda mais ética e sustentável.

As peças são confeccionadas pela dupla, uma a uma. Todo o trabalho é pautado por princípios da moda consciente, desde a opção por materiais fiscalizados ou fora de uso até o aproveitamento das sobras da produção.

A madeira é sempre de origem legal e sem risco de extinção, e o couro, sempre disponível, ou seja, aquele que não gera nova demanda no mercado. A Sta. Spalla dá finalidade a peles que estão apenas ocupando espaço na indústria, feitas como reserva para compensar falhas de produção ou nunca retiradas dos curtumes pelos clientes que as encomendaram. “Todo produto parado é um desperdício de recursos e energia, uma criação sem propósito, e é essa realidade que queremos mudar”, comenta Pâmela.

Como parte de seu plano de atuação sustentável, a dupla busca esgotar as possibilidades de uso dos materiais com os quais trabalha. Tudo é aproveitado, inclusive as sobras de couro e madeira, que servem de matéria-prima para os colares da marca. Assim, a geração de resíduos é mínima. Esse compromisso também transparece na embalagem dos produtos: as dust bags que os acompanham são feitas de materiais reciclados.

Além disso, para devolver ao ambiente aquilo que ele oferece (e mais), a marca firmou parceria com a Iniciativa Verde, instituição sem fins lucrativos voltada à recomposição florestal de áreas nativas degradadas. Por meio dessa estratégia, vem revertendo parte das vendas a um projeto de plantio de árvores.

A Sta. Spalla foi criada em agosto passado e, até o final do ano, trabalhou somente com bolsas de capas de banco de carro reaproveitadas. Agora em fevereiro, a marca começa a investir na combinação inusitada entre couro e madeira. “Esses materiais falam por si. Nós gostamos de ouvir o que falam um para o outro”, afirmam os fundadores.

Para conhecer mais da Sta. Spalla: site

 

bolsas upcycling de madeira e couro

Deixe uma resposta