Por que apoiar a moda orgânica?

apoiar a moda orgânica

17/04/2017 • Moda Sustentável

Share Button

A indústria da moda tem um enorme impacto sobre o meio ambiente. Muitas das roupas que usamos hoje são feitas de materiais sintéticos como nylon e poliéster, que apresentam um enorme impacto tanto ambiental, quanto social.

Entendermos melhor essa complexa indústria e seus desdobramentos não é fácil, mas vale a informação: assim como acontece com a alimentação, o caminho entre orgânico e não orgânico tem sido cada vez mais desvelado. A agricultura orgânica, apesar de mais difícil de ser cultivada, não gera danos para a terra, o trabalhador e o meio ambiente.

Aqui no Estilistas Brasileiros, já falamos sobre moda orgânica e órgãos certificadores.

Abaixo alguns tecidos e práticas da indústria têxtil que merecem nossa reflexão:

 

Nylon e poliéster são feitos a partir de petroquímicos, que são muito poluentes para o ambiente, causando o aquecimento global. Eles também não são biodegradáveis, o que significa que eles não se decompõem facilmente e por isso são difíceis de serem totalmente eliminados. O processo de fabricação de nylon, por exemplo, libera óxido nitroso. O óxido nitroso é um gás de efeito estufa que é 310 vezes mais forte do que o dióxido de carbono e causa o aquecimento global.

A viscose é outra fibra artificial, feita de polpa de madeira. Para fazer a viscose, a polpa de madeira é tratada com produtos químicos tóxicos tais como soda cáustica e ácido sulfúrico. Além do desmatamento que a produção de viscose exige (hoje existem marcas comprometidas em usar viscose vinda apenas de áreas de reflorestamento – Patagônia e Stella McCartney estão entre elas – o que ameniza, em parte, o impacto negativo)

As fibras naturais também têm seus problemas. Algodão não orgânico usa mais pesticida por planta de algodão do que quase qualquer outra cultura no mundo. Isso tem graves impactos, causando doenças e até morte entre os produtores de algodão que estão expostos a pesticidas perigosos todos os dias. Estes pesticidas também afectam os ecossistemas locais, matando certas plantas e animais e causando um desequilíbrio. Além da contaminação das águas.

Produtos químicos perigosos também são usados ​​no processo de produção da - por exemplo, em mergulhos de ovelhas, onde eles foram associados com a doença entre os produtores de ovinos.

O processo de tingimento das fibras e tecidos também estão relacionados com danos a saúde dos trabalhadores envolvidos. Em muitas partes do mundo, as roupas são tingidas ou branqueadas usando produtos químicos tóxicos sem precauções apropriadas. Os produtos químicos usados ​​podem então afetar os trabalhadores, além de fluir para esgotos e rios, danificando os ecossistemas locais.

 

Fonte
Imagem destaque: reproducão via

Deixe uma resposta